Gerenciamento:

Definir um processo de produção para sua confecção, além de determinar a qualidade dos seus produtos, organiza a dinâmica e otimiza o tempo de trabalho. Esse processo, conhecido como sequência operacional, nada mais é que a ordem de montagem do seu produto. Ao defini-la, é possível montar um fluxo de atividades, o que sugere também a complexidade da peça que será produzida, e, portanto, o valor empregado nesse produto.

Essa sequência operacional possibilita padronizar os procedimentos de trabalho, ou seja, fazer com que haja uma rotina já definida na hora de começar a confecção.

Além de deixar tudo mais rápido, auxilia na descrição de métodos de trabalho e aponta o que existe de mais importante nas etapas, oferecendo, assim, mais flexibilidade no processo de produção e uma melhora na análise do que é produzido.

As etapas desse processo são:

  • O desenho: é feito por meio de um esboço de como deverá ser feita a roupa, o chamado croqui.
  • A modelagem: são os moldes produzidos pelo estilista, tomando como base o desenho inicial.
  • Depois da modelagem, a etapa seguinte é a do corte. Ele é feito após a definição das medidas apresentadas nas duas fases anteriores, e a partir daí é feito diretamente no tecido.
  • A montagem é conhecida como a fase de costura, e é nessa etapa que são necessárias as máquinas de costura, pois os detalhes são adicionados.
  • A hora da prova é dividida em duas etapas. A primeira é quando a roupa é montada sem os acabamentos, e é na segunda, a definitiva, que são feitos os acabamentos finais.
  • Na fase de acabamento a peça é de fato confeccionada com os detalhes finais, como botões, zíperes e outros detalhes, para ser mandada então para a confecção do modelo-piloto.
  • O Modelo-piloto nada mais é que o modelo que servirá de base para as outras peças da coleção. A partir daqui as medidas são definidas e começa a produção das outras peças. 

Por ser um processo um pouco longo, a montagem de roupas demanda muita atenção. No final, é isso o que vai definir a qualidade das roupas e a reputação da marca. Portanto, vale a pena se atentar a essas dicas e economizar tempo e materiais se organizando e seguindo o passo a passo.

Você encontra mais dicas sobre planejamento e gestão na indústria de confecção no nosso portal e também algumas dicas de como começar o seu serviço de confecção. Confira também nossa cartilha com orientações e saiba como desenvolver melhor o seu negócio.

 

Que tal continuar explorando?